ACABOU EM PIZZA

É claramente uma expressão muito Brasileira e Paulista, não só por ter origem no Brasil e em específico em São Paulo que é das cidades que mais consome pizza no mundo, mas porque no Brasil muita coisa ‘acaba em pizza’!

A melhor forma de explicar esta expressão é contando a origem dela.
Reza a lendaaaaaaaaaa (este a’s excessivos servem para criar a atmosfera de história e mistério, sentiram?!), que esta expressão nasceu nos anos 60 por uma capa do jornal A Gazeta Esportista.
O clube SE Palmeira encontrava-se numa grande e grave crise política e institucional, fizeram uma reunião provavelmente muito barulhenta, emotiva e gesticulada (o Palmeiras é italiano!) que demorou cerca de 14horas. A reunião terminou na pizzaria Castelões, uma das pizzarias mais antigas de São Paulo, onde pediram várias pizzas… e como nas melhores histórias, tudo acabou bem, a partir daquele momento a paz reinou no clube. O jornalista Milton Peruzzi, jornalista à altura do jornal A Gazeta Esportiva, estava a fazer a cobertura jornalística da reunião (14 horas de cobertura jornalística, pobrecito!!), esperava-se ‘sangue’ mas como acabou tudo em bem a manchete do jornal A Gazeta Esportiva no dia seguinte foi:

Crise no Palmeiras
acaba em pizza

A partir desse momento a expressão foi adoptada pelos brasileiros, quando alguma coisa ‘não dá em nada’… é o mesmo que acabar em pizza. Na década de 90 a expressão passou a ter uma conotação mais negativa, associada a escândalos de impunidades políticas. Mas a ideia é a mesma… acabar em nada, bola redonda, zero, pizza.

Boca para barulho 1: em Portugal não há palmito, parem de colocar palmito na ‘pizza portuguesa’! 😅
Boca para barulho 2: existe uma disputa Pizzas italianas vs Pizzas brasileiras, na minha opinião as pizzas italianas são as pizzas italianas! Depois de ter comido uma pizza italiana pela primeira vez estive meses e meses sem comer pizza em Portugal porque não me fazia sentido, não tinha nada a ver… depois passou, acho que comecei a escolher melhor as pizzarias em PT ou as pizzarias melhoraram. Não senti isso com as pizzas brasileiras até ao momento, ainda não encontrei a crocância das pizzas italianas no Brasil, mas não me sinto capaz de afirmar que as italianas são de facto melhores, nunca comi uma pizza profissional ‘a sair do forno’ no Brasil só em delivery ou homemade. Vou continuar a trabalhar nesta importante apuração blogueira, prometo, que tarefa chata! 🍕🤤
Curiosidade 1: e o orgulho que eu tenho de ter o Abel Ferreira a fazer o trabalho que está a fazer no Palmeiras?! Sou fã do carácter e raça do Abel Ferreira desde que ele treinava o SC Braga, ver ‘de perto’ o caminho que ele está a fazer no Brasil de sucesso, digno, integro e de muita raça é um motivo de muito orgulho para Uma Portuguesa no Brasil. O verde fica-lhe muito bem… mas um dia o azul e branco acho que lhe assentaria muito bem.
Curiosidade 2: a minha freguesia (bairro BR) em Portugal é São Pedro de CASTELÕES, como o nome da pizzaria.

Milão, Jan 2017

2 Comments

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s