Mato, coelho e cachorro

“Mato, coelho e cachorro” não é uma expressão mas estes 3 elementos compõem várias expressões brasileiras.

Tem gente que usa com cachorro, tem gente que usar com coelho.
Tem gente que usa com o verbo ‘ter’, tem gente que usa com o verbo ‘sair’.
O único elemento comum é o mato.


Nesse mato tem coelho/cachorro
quando se desconfia da situação; quando se acredita que existe algo escondido acontecendo.

Desse mato não sai coelho/cachorro”  
quando não se acredita que daquela situação/pessoa vai sair algo bom; não se espera nada dali.

Vamos a ver se desse mato sai coelho/cachorro
tem o mesmo significado da expressão anterior mas numa vertente mais otimista, ou pelo menos, dando o benefício da dúvida.

Em Portugal temos uma expressão parecida para quando desconfiamos de alguma situação: “Aqui há gato” expressão inspirada na capacidade (uma arte, até!) dos gatos se esconderem.
Existe também uma variação desta expressão: “Aqui há gato escondido com rabo de fora”, quando alguma coisa está mal escondida; quando algo que supostamente está bem escondido tem ‘uma ponta solta’/falha/deixou rasto (BR: rastRo). Fácil de entender a origem desta expressão portuguesa:

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s