Expressões brasileiras com humor:

Algumas expressões brasileiras para encarar situações menos agradáveis com humor, bem ao jeitinho brasileiro:

Suspende a feijoada que o porco deu sinal de vida
Depois de alguém arrotar.
Confesso que foi com surpresa que descobri que aqui também existe o costume/brincadeira de, quando alguém arrota as pessoas à volta têm de colocar a mão na testa fazendo uma espécie de corneta senão arriscam-se a levar uma ‘palmada’. Já não fazia isto há anos, muitos anos! 😅
Em Portugal temos uma expressão semelhante, mas é usada quando alguém espirra: “Amanhã não há circo, o macaco está doente”.

Cuida da alma, porque o corpo já foi!
Depois de um peido (mal cheiroso, acho!!!)
Humor negro, adoro.

Enterro de anão
Quando alguma coisa aconteceu mas ninguém viu ou quando uma pessoa não ‘dá as caras’ há muito tempo.
Assistência social neste país é igual enterro de anão, todo mundo sabe que tem mas ninguém nunca viu. (exemplo)
Baseado no mito urbano em que nunca ninguém viu um anão a ser enterrado. Não que haja a dúvida que são enterrados mas como é um evento tão raro, devido à baixa % de pessoas com nanismo, que é muito difícil alguém efetivamente ver um anão a ser enterrado.

Fez-me lembrar que em Portugal há o mito sobre os chineses que vivem em Portugal, porque ninguém ‘nunca’ viu um enterro de um chinês, e curiosamente o primeiro túmulo de uma família asiática que vi foi no Cemitério da Consolação, São Paulo.

6 Comments

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s